Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Tipos de chuva

Mäyjo, 22.05.20

Chuvas orográficas 

A chuva orográfica é originada.jpg

A chuva orográfica, também chamada de chuva de relevo, é originada quando uma massa de ar húmida que se desloca, encontra uma barreira topográfica (serra, montanha, etc), e é forçada a elevar-se, ocorrendo descida de temperatura, seguida da condensação do vapor d’água e formação de nuvens.
Chuvas orográficas apresentam pequena intensidade e longa duração.

Chuvas convectivas

As chuvas convectivas são causadas.jpg

As chuvas convectivas, também chamadas de chuvas de convecção, são causadas pelo movimento de massas de ar mais quentes que sobem e condensam. As chuvas convectivas ocorrem principalmente, devido à diferença de temperatura nas camadas próximas da atmosfera terrestre. São caracterizadas por serem de curta duração, porém de alta intensidade e abrangem pequenas áreas.

Chuvas frontais

Chuvas Ciclônicas ou Frontais.jpg

As frontais ocorrem quando duas massas de ar de características distintas (ar quente + ar frio) se encontram. São caracterizadas por, serem contínuas, apresentarem intensidade baixa a moderada e abrangem grande área. 

AUSTRALIANO FILMA FENÓMENO QUE EQUIVALE A UMA “BOLA DE ÁGUA” A CAIR NO SOLO

Mäyjo, 31.01.15

Um agricultor do estado de Queensland, Austrália, capturou o momento em que uma espécie de bomba ou bola de água caiu do céu. Peter Thompson contou à ABC que estava na sua propriedade, situada na vila de Roma, quando presenciou o fenómeno, que filmou. “Foi uma espécie de bola de água a cair”, explicou.

“Estava sentado no tractor, a ver a chuva a vir na minha direcção, quando percebi imediatamente que havia algo diferente, por isso agarrei no iPhone e tirei fotos. Assisti a tudo, incluindo ao momento em que a chuva caiu no solo”, continuou.

Segundo Thompson, terão passado cerca de dois minutos desde o momento em que a bola de água começou a formar-se até ao momento em que caiu no chão. “A queda, em si, foi muito rápida. Parecia uma nuvem a cair no chão”.

Segundo o Bureau of Meteorology (BoM) australiano, o que Thompson viu foi uma microrrajada, um fenómeno que dura entre cinco a 15 minutos, bastante rápido e perigoso. “Ele pode causar muitos estragos ao solo ou a algum que esteja próximo, num raio de quatro quilómetros”, explicou o site do BoM.

“Ele desenvolve-se em ambientes caracterizados por cisalhamento do vento, e uma convecção profunda e húmida,com uma camada de ar seco [que produz o efeito panela de pressão]”, concluiu o site. Veja algumas fotos do fenómeno.

microrajadas_a

A Humidade e os Tipos de Chuva

Mäyjo, 18.01.15

A humidade é a quantidade de vapor de água que o ar contém. Este vapor de água resulta da evaporação dos oceanos e da evapotranspiração dos seres vivos.

1.jpgA quantidade máxima de vapor de água que o ar pode conter varia com a temperatura: quanto maior a temperatura, maior capacidade de conter vapor de água.

 

a) Orográficas

1.jpg.png

As massas de ar húmido encontram uma barreira formada pelo relevo (montanha) e as nuvens são obrigadas a subir, agrupando-se e condensando, ocorrendo a precipitação. 


- Mais frequentes no Norte de Portugal (mais montanhoso)

b) Convectivas

1.jpg

Ocorrem em regiões com temperaturas elevadas, onde há muita evaporação. O vapor de água sobe e arrefece com a altitude, formando grandes nuvens verticais que dão origem a muita precipitação.


- Mais frequentes no interior de Portugal, no Verão.

 

c) Frontais:

1.jpg.png

As chuvas frontais ocorrem a partir do choque entre uma massa de ar frio e uma massa de ar quente. O ar quente sobe, por ser mais leve, para cima do ar frio, ao subir arrefece e condensa-se, originando as chuvas.